terça-feira, 16 de julho de 2013

Carta aberta aos amigos e eleitores

Amigas e Amigos:

Estarei viajando a partir de quinta-feira - afinal, tinha programado um descanso para a segunda quinzena de julho, por ocasião do recesso parlamentar. Além disso, não tenho nem mesmo como ir para o meu gabinete de trabalho na Câmara Municipal (lá só deixam entrar vereadores do PT e do Psol). O ambiente por lá é triste. Um rebotalho humano lidera manifestações contra a democracia. Lá a imprensa está proibida de entrar. O presidente da Casa foi agredido. Fotografia do Prefeito (quando vereador) é alvo de dardos. (Num crucifixo colocaram, desrespeitosamente,  um aviso: “Jesus é gay”!). Covardemente usam crianças como escudo humano – provavelmente à espera que uma eventual intervenção policial possa fazer alguma vítima – como sempre, um desejável mártir para, no caso, uma causa anárquica e irresponsável.

Na sexta-feira passada meu carro particular (não tenho carro oficial) somente não foi depredado porque, por engano, eu o colocara, no box destinado ao carro de um colega do PT! Sinto-me triste e decepcionado. Sequer posso exercer meu mandato, mesmo tendo sido um dos vereadores mais votados da Capital no último pleito eleitoral – o primeiro da coligação de partidos que elegeram o atual Prefeito.

Sim, é triste! Sinto-me exilado na minha Cidade.

Abraços,
Guilherme Socias Villela.

Nenhum comentário: