terça-feira, 19 de novembro de 2013

Responsabilidade, seriedade e transparência

Um mês antes de fechar o ano de 2013, as informações do Portal Transparência, da Câmara Municipal de Porto Alegre, mostram como deverá finalizar os gastos de cada Gabinete. Desde a última reportagem, publicada no jornal Diário Gaúcho, no mês de agosto, o vereador Villela continua sendo o mais econômico, utilizando o mínimo de sua quota básica mensal (QBM).
A atual diferença de Villela para o vereador que mais contabiliza gastos na Casa é de mais de R$ 70 mil. O vereador explica que algumas posturas adotadas como a não utilização de impressos e postagem, e a priorização do meio digital para a comunicação com seus eleitores, além do uso de telefone somente para assuntos do Gabinete, ajudam a manter os valores abaixo do utilizado pelos outros 34 membros da Casa.

Entenda como funciona a QBM:

A Câmara Municipal possui um limite estipulado para gastos mensais nos gabinetes dos vereadores que, atualmente, é de até R$ R$ 14.124,48. Como forma de retenção de gastos, a Ordem de Serviço nº 08/2009 estipulou um valor contingenciado em 30% - ou seja, somente R$ 9.887,13 podem ser gastos por mês com materiais de expediente, postagem, impressos, telefone, periódicos e também passagens aéreas e diárias e gasolina.



Nenhum comentário: