segunda-feira, 10 de março de 2014

Aprovada a ampliação do Hospital de Clínicas

Vereador Villela discursando na Câmara Municipal da Porto Alegre
Foto: Leonardo Contursi/CMPA 

Foi aprovado na tarde de quarta-feira (05.03), na Câmara Municipal da Porto Alegre, o projeto de lei complementar do Executivo que autoriza a ampliação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). A proposta contou com o voto favorável do vereador Guilherme Socias Villela e de outros 29 vereadores, e teve uma abstenção.

Durante a sessão ordinária em que o projeto foi aprovado, Villela se pronunciou e falou de detalhes que estão diretamente envolvidos na ampliação. O vereador mencionou um dos grandes arquitetos do século XX, o alemão Mies van der Rohe que dizia que “a arquitetura é a vontade de uma época”. Usando essa citação, destacou que a vontade de nossa época é resolver os problemas de saúde e de educação, contemplados no projeto de ampliação do hospital, que prevê para o setor de emergência 5.159 m², 41 salas para o bloco cirúrgico e 90 leitos para a recuperação pós-anestésica, entre outras mudanças. O vereador também lembrou que a questão ambiental das árvores será compensada por um novo plantio, ação que ele considera importante e realizou quando prefeito de Porto Alegre, deixando mais de um milhão de mudas plantadas.

Além do projeto, o Plenário também aprovou emenda apresentada pelo vereador Delegado Cleiton (PDT) que prevê que a compensação pela supressão, transplante e poda de árvores seja feita no mesmo imóvel ou bairro do empreendimento.
Na semana passada, uma reunião com o objetivo de agilizar a tramitação do projeto havia sido realizada pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) junto com a direção do HCPA.

Na ocasião, a vice-presidente do hospital, Tanira Torelly, explicou que o projeto de ampliação nasceu em 2010 a partir da necessidade comum de todos os setores da instituição: mais espaço. A obra, que aumentará 70% da área física, e todos os equipamentos necessários serão custeados com recursos disponibilizados pelo governo federal, que somam o valor de R$ 408 milhões.

Proposta de ampliação foi sancionada pelo prefeito

Após a aprovação do projeto de lei, a proposta foi sancionada pelo prefeito José Fortunati na quinta-feira (06.03). Em solenidade no Salão Nobre do Paço Municipal, Fortunati recebeu do presidente da Câmara, Professor Garcia (PMDB), a redação final do projeto.

A expectativa é que em 20 dias sejam liberadas pela prefeitura as licenças ambiental e urbanística possibilitando o início imediato das obras.

Nenhum comentário: