segunda-feira, 30 de março de 2015

Porto Alegre completa 243 anos de história

Capital completou 243 anos
Crédito: Divulgação

No dia 26 de março, Porto Alegre completou 243 anos de história. História essa que mostra evolução e crescimento, e que conta com personagens importantes.

Muitos locais que ajudam a desenhar a Capital dos gaúchos hoje, foram planejados e executados durante a gestão de Guilherme Socias Villela (PP) como prefeito da cidade (entre os anos de 1975 e 1983). Para lembrar de alguns, o atual vereador subiu na Tribuna nesta quinta e citou as belas construções de seu mandato como os parques Marinha do Brasil, Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) - localizados em um local privilegiado de Porto Alegre que é a orla do Guaíba -, 20 de Maio e Mascarenhas de Moraes. Além disso, outros pontos importantes para o desenvolvimento da Capital também foram lembrados pelo ex-prefeito: Brique da Redenção, Centro Municipal de Cultura, Viaduto Ildo Meneghetti - entre as ruas Ramiro Barcelos e Vasco da Gama -, 1ª e 2ª Perimetrais, corredores de ônibus, primeira Secretaria Municipal do Meio Ambiente, a urbanização do Parque Moinhos de Vento e outras 37 praças. Ao final de sua fala, Villela ressaltou: Assim como eu, milhares de pessoas vindas de outros lugares foram acolhidas por Porto Alegre e passaram a ama-la como sua terra natal”

Para comemorar essas e outras realizações de Porto Alegre, a Câmara realizou, entre os dias 23 e 27 de março, uma série de atividades. Com exposição, exibição de filme, realização de palestra e de um seminário - tratando da história da cidade -, puderam ser conferidas ao longo desta semana, com visitação aberta ao público.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Sartori participa do ‘Tá na Mesa’

          Governador abriu o evento deste ano            
Crédito: Luiz Chaves


Inaugurando o “Tá na Mesa” de 2015 – evento promovido mensalmente pela Federasul – o governador José Ivo Sartori foi convidado na quarta-feira (18.03), para falar com os convidados do evento sobre a sua gestão no Estado. O vereador Guilherme Socias Villela (PP) esteve presente no almoço, que contou com a presença de outras autoridades da Capital.

Sartori falou sobre a crise financeira do Rio Grande do Sul e garantiu que seria apresentada na quinta-feira (19.03) a real situação dos cofres públicos, data que também seria anunciado um plano de enfrentamento que visa a controlar despesas e manter a prestação dos serviços essenciais. Sartori também relatou que esteve em Brasília em busca da liberação de créditos para o fortalecimento do Caixa que tem projeção de encerrar o ano com um déficit de R$5,4 bilhões.

No encontro também foram feitas duas homenagens. A primeira ao superintendente da Federasul, Eládio Americano do Brasil, que faleceu na última semana. A outra ao senador Pedro Simon, que não escondeu a emoção pelo reconhecimento da homenagem conduzida pelo presidente Ricardo Russowsky, e aproveitou para defender que o Congresso Nacional deve encaminhar as reformas necessárias neste que é o pior e mais crítico momento no Brasil.

segunda-feira, 16 de março de 2015

Poda de árvores em pauta

Parque da Redenção é um exemplo de local com muitas árvores

Na última semana, a prefeitura de Porto Alegre lançou edital para licitar empresas interessadas em se responsabilizar pela poda de espécimes vegetais na capital. A ação viabiliza ainda mais a Lei Complementar 757, de autoria do Executivo Municipal, que está em vigor desde 14 de janeiro deste ano e tem como objetivo tornar atuais as regras para supressão, transplante e poda de espécimes vegetais, além de outras normas amplas de compensação vegetal e a criação de um Fundo Municipal.

Na mesma semana, na tarde da quarta-feira (11.03), durante a Sessão Ordinária, o Plenário da Câmara Municipal acatou veto parcial do Executivo relativamente a algumas emendas.

Este assunto foi abordado pelo vereador Guilherme Socias Villela, em 2013, quando encaminhou ao Executivo uma Indicação que pretendia agilizar os processos de poda e corte de árvores e arbustos em situações de risco, em propriedades privadas, permitindo que o proprietário que não tivesse retorno da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAM) após 30 dias do pedido, contratasse um profissional habilitado para a expedição de um laudo técnico e, em seguida, caso necessário, realizasse a poda.

segunda-feira, 9 de março de 2015

Bancada Progressista recebe Executivo para reunião

Na manhã de quarta-feira (04.03), a Bancada Municipal do Partido Progressista se reuniu na Câmara de Porto Alegre para debater assuntos de relevância para a Capital.
Além dos vereadores, estiveram presentes na reunião os secretários municipais e adjuntos que compõe o governo Fortunati, como Maria Fernanda Bermúdez, do Gabinete de Inovação e Tecnologia (Inovapoa);  Raul Cohen, da Secretaria Especial de Acessibilidade e Inclusão Social (Seacis); Marcelos Soares, da Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC); Tarso Boelter, do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP); Jorge Cuty, da Secretaria da Saúde (SMS); Ronaldo Napoleão, do Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE); Marco Antônio Seadi, da Procempa; Carlos Fett, da Secretaria de Administração (SMA); e Elisete Moretto, da Secretaria do Povo Negro (SAPN).
Dentre os assuntos debatidos estavam questões pontuais sobre o desenvolvimento de competências, fomento de políticas públicas e gestão integrada.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Cefor analisa metas fiscais da prefeitura

A Comissão de Economia, Finanças e Orçamento (Cefor) realizou, na manhã desta terça-feira (24.02), Audiência Pública para demonstração e avaliação do cumprimento das metas fiscais da prefeitura, referente ao ano de 2014. Estava presente o secretário municipal Jorge Tonetto, da Fazenda.

Segundo o secretário Tonetto, o equilíbrio das fontes de receitas próprias da cidade e dos repasses dos governos federal e estadual, somado ao rígido controle das despesas, foi o ponto determinante para que fosse alcançado o primeiro resultado positivo nas contas públicas da Capital, após dois anos seguidos de déficit. “O resultado desse controle foi um superávit orçamentário que atingiu a soma de R$ 269,3 milhões, contra um déficit, em 2013, de R$ 158,6 milhões, em valores atualizados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)”, destacou.

De acordo com números apresentados pelo secretário, a receita consolidada no ano passado foi de R$ 5,5 bilhões, com um crescimento de 11%. Já as despesas empenhadas chegaram à cifra de R$ 5,2 bilhões, com um crescimento de 2,4%.

A reunião, presidida pelo vereador João Carlos Nedel (PP), contou com a presença dos demais titulares da Comissão, os vereadores Guilherme Socias Villela (PP), Idenir Cecchim (PMDB), Airto Ferronato (PSB) e Bernardino Vendruscolo (PROS).